WhatsApp%2520Image%25202021-03-08%2520at%252018_edited.jpg

Pedro Gameiro é especialista e Mestre em Nutrição e Membro Efectivo Ordem dos Nutricionistas (3665N). É também Licenciado em Ciências do Desporto e Personal Trainer, Cédula PROCAFD Nº 24024. "Reeducação alimentar e pessoas mais ativas são o melhor fármaco para uma saúde sustentável. Mudança de hábitos em qualquer ponto do globo."

Fome Emocional


Neste artigo vamos explorar a Fome Emocional, o que é, características e apresentar 5 dicas de como a controlar a fome emocional, sendo elas:


  • Reconhece que comes de forma emocional

  • Evitar a todo o custo dietas muito restritivas

  • Praticar exercícios que promovam relaxamento

  • Sono descansado e reparador

  • Descobrir qual é o Gatilho


Vamos a Isso!


como controlar a fome emocional


O que é a fome emocional?



A fome emocional consiste numa fome não fisiológica, ou seja, onde há uma ingestão alimentar por questões emocionais e não propriamente por necessidade biológica de se alimentar.



Costuma suceder-se por um desejo repentino de ingerir comida, normalmente rica em açúcares e/ou gorduras, bastante difícil de se autocontrolar mesmo depois de se sentir saciada.



Normalmente estes episódios ocorrem numa tentativa de anestesiar/acalmar de imediato momentos de stress, vazio interior, tristeza, raiva ou até frustração. Pode-se considerar uma procura de consolo na comida, um preenchimento de algum vazio emocional através da ingestão alimentar.



Contudo, apesar de momentaneamente atenuar essas emoções, após uma ingestão alimentar mais descontrolada, costumam aparecer sentimentos de revolta consigo própria, frustração e alguma angústia.



Muitas das vezes, estes episódios estão associados a alguma insatisfação da própria imagem corporal, baixa autoestima e algum pavor em aumentar de peso.




Como é que consigo distinguir com clareza o que é fome física e emocional na prática?


De uma forma simples e esquemática, vou-vos mostrar as principais diferenças entre a fome física e emocional:


Fome física características

  1. Existem sinais físicos como o estômago a fazer barulho

  2. A fome surge algum tempo após a última refeição

  3. Não é específica, considera os alimentos que estão disponíveis

  4. Aumenta de forma gradual

  5. Traz saciedade e bem estar após a refeição

  6. Não gera sentimentos de culpa ou frustração




Fome emocional características:

  1. Ocorre após sinais emocionais, tais como a tristeza, solidão e/ou frustração

  2. Surge de forma repentina, às vezes até após uma refeição

  3. Desejo específico por doces ou salgados

  4. É espontânea, repentina e não pode ser adiada

  5. Não costuma transmitir saciedade, mesmo quando são ingeridas quantidades maiores

  6. Causa sentimentos de culpa e frustração




Ok Pedro, mas o que é que eu posso fazer para controlar melhor a minha fome emocional?



Para te ajudar nesta questão, vou-te dar 5 sugestões que podes aplicar na tua vida, estas ajudar-te-ão a controlar a tua fome emocional.



Primeiro que tudo é essencial que reconheças que comes de forma emocional, e que isso de facto é um problema na tua vida. Sem haver um reconhecimento de um problema, jamais conseguiremos tentar resolvê-lo.



Afinal de contas, só se resolve aquilo que consideramos que existe para resolver, certo? É importante um momento de introspeção, em que se vai analisar a si própria e reconhecer que há um problema para resolver, caso haja efetivamente. Este é sem dúvida o primeiro passo.



A segunda sugestão que te dou é: evitar a todo o custo dietas muito restritivas.

Fuja de todo o tipo de alimentação que seja radical, que exclua sem necessidade grupos alimentares, como acontece em algumas dietas que cortam abruptamente os hidratos de carbono. Ou mesmo dietas que promovam défices calóricos muito elevados. Podes ver mais sugestōes no nosso artigo Plano Alimentar Personalizado.



Isto por que razāo?



Simples.



Estas desencadeiam um maior desequilíbrio emocional e aumentam a urgência por alimentos calóricos, estando desta forma, mais perto de ter episódios de fome emocional.



Quanto mais te auto policiares e proibires de comer algum aliment